Home  
Japanese
jpn
English
eng
Espanol
esp
Portuguese
pt
Vietnamese
vi
Korean
kor
Back Index Next

QUEM É REFUGIADO ?


Quando se fala de “refugiados”, muitos se imaginam situações de longe de nós, próprias aos países pobres ou em estado de guerra. Não é o caso. Também no Japão, onde vivemos, há muitos refugiados que, a cada ano, buscam proteção neste país.

O número de pessoas que o governo japonês reconhece como “refugiados”, porém, é muito reduzido. Está na hora de tomarmos consciência de que os “refugiados” não são apenas os que são reconhecidos oficialmente como tais. As Nações Unidas, no “Tratado sobre a condição do refugiado”, definiram o “refugiado” da seguinte maneira:
“Refugiado é a pessoa que, por causa de temores justificados por motivos suficientes que seja perseguido em sua terra – seja por causa de sua raça, religião, nacionalidade, pertença a um determinado grupo social, ou por ter uma determinada opinião política – estão num país estrangeiro. Seja não querendo receber a proteção do seu país de naturalidade por causa deste temor, ou seja, como apátrida, não querendo voltar ao país de sua residência habitual por semelhantes temores.”
Os refugiados que não são reconhecidos como tais no Japão, são expatriados a um terceiro país ou ao de origem, pondo, desta forma, sua vida em risco. Ou se lhes permite uma permanência em condiões de vida muito precárias e ásperas.

Enquanto outros países avançados aceitam milhares de refugiados cada ano, o número de pessoas reconhecidas como refugiados pelo governo japonês durante o ano de 2004 não passa de 15, enquanto os pedidos de reconhecimento como “refugiado” foram em número de 426. Ha diversos grupos de ajuda que apoian aos refugiados reconhecidos como tais



Back Index Next
E-mail:jcarm@cbcj.catholic.jp
Copyright 2005 J-CARM